Blog

E-mail marketing: como usar o monitoramento de dados

Saiba como você pode aplicar o monitoramento de dados na sua gestão de e-mail marketing.

e-mail-marketing-como-usar-o-monitoramento-de-dados
 

Para quem trabalha com marketing digital e e-commerce, a gestão de e-mail marketing é um velho conhecido. Afinal, mesmo após tantos anos e tantas mudanças na comunicação, especialmente, na relação empresa e consumidor, a ferramenta continua dando certo.

Porém, muitas estratégias não dão tanto resultado como antes e agora vemos a possibilidade de uma estratégia muito mais assertiva devido às recentes tecnologias de monitoramento de dados.

Nas ferramentas de disparo mais modernas, é possível identificar quais contatos abriram o e-mail, quais não abriram, em quais dias e horários a taxa de abertura é mais elevada, qual/quais campos atraem mais cliques, etc. Aliando estas informações aos dados registrados no administrativo da própria loja, a possibilidade de acertar o alvo é muito maior.

Normalmente os e-commerces possuem um histórico de compra e atividades realizadas por cada cliente. Assim, se o usuário X costuma buscar por determinado item, faz sentido que, no e-mail marketing, seja oferecido este item com algum desconto para aumentar o incentivo e, portanto, as chances de a venda ser concretizada ser bem maior.

Personalizar o e-mail marketing para cada um dos seus clientes talvez não seja uma ideia tão viável. Sendo assim, existe a possibilidade de fazê-lo para pequenos grupos. Por exemplo, no caso de um e-commerce de artigos esportivos: usuários que costumam comprar camisetas, usuários que costumam comprar tênis, pessoas que compram camisas de time, mulheres que tem afinidade com roupas fitness… É possível identificar ou confirmar a maioria destas hipóteses apenas observando, por meio de sistemas de monitoramento de dados, o comportamento dos consumidores.

Outras suposições podem ser confirmadas quando o cliente realiza seu cadastro. Basta adicionar um campo, de preferência opcional, para que o cliente registre suas afinidades. No caso deste e-commerce de artigos esportivos este poderia ser um exemplo desta etapa a ser adicionada no processo de cadastro:

“Agora que já colocou suas informações, que tal nos contar um pouco mais sobre você e suas preferências esportivas? Assim, nós poderemos preparar novidades e ofertas exclusivas de acordo com seus gostos e afinidades!

Qual seu esporte favorito?

Com que regularidade você pratica esportes?

No momento em que você passa a fazer esse tipo de pesquisa logo no cadastro, acaba por ser uma ótima opção de marketing, uma vez que o usuário já se predispôs a fazê-lo; é aquela velha história de “matar dois coelhos com uma cajadada só”.

Comente a matéria abaixo

Compartilhe esta notícia