Blog

Hospedagem de sites em servidores compartilhados: prós e contras

De acordo com um levantamento feito em janeiro de 2020, havia, em todo o mundo, mais de 1.74 bilhão de sites na internet e esse número cresce a cada segundo. 

Seja para uma pessoa, empresa, blog ou negócio online, todo mundo já pensou em ter site e, então, surge o questionamento: por onde começar? Basta criar o site em qualquer “lugar”  e pronto ele está funcionando?

Bom, não é bem assim. Uma das primeiras coisas que precisa ser feita é um registro de domínio e contratar uma hospedagem de sites.

Fonte gif: giphy.com

Registro e Hospedagem

O registro de domínio nada mais é que o endereço do seu site na internet. O nosso aqui da R8, por exemplo é (https://www.agenciar8.com.br/). É através do domínio que o seu site será encontrado na internet, como se realmente fosse o endereço de uma casa. 

Já a hospedagem de site, é um serviço de armazenamento e disponibilização feito por uma empresa. Com esse serviço, é possível manter o site 24 horas online sem dificuldades de acesso, fazendo com que pessoas do mundo todo consigam visualizá-lo de qualquer lugar. 

Mostrando de forma visual, o servidor de hospedagem é um computador configurado exclusivamente para armazenar os arquivos essenciais para que os sites funcionem, e disponibilizá-los através da internet. 
Existem diversos tipos de hospedagens para diferentes tipos de sites. Neste artigo, vamos te contar mais sobre hospedagem compartilhada, a mais comum entre as hospedagens.

Hospedagem compartilhada

A maioria dos sites escolhem esse tipo de hospedagem pelo seu custo benefício. Isso porque existem planos oferecidos a partir de R$ 6,00 por mês e, em geral, é mais fácil de manusear. 

Na hospedagem compartilhada, o seu site fica em um servidor que armazena centenas de outros sites, assim, dividem os mesmos custos. É como se fosse um prédio, em que vários moradores dividem o mesmo terreno e recursos comuns. 

Evidentemente, os recursos de software e hardware também são divididos, o que torna esse tipo de hospedagem mais limitada em termos de desempenho. Porém, se você possui sites e blogs pequenos ou médios, com tráfego de baixo a moderado, ele atende suas necessidades.

Prós da hospedagem compartilhada:

  • Atualização e manutenção do servidor por conta da empresa de hospedagem; 
  • Fácil administrar o serviço, principalmente para quem está começando a mexer com o sistema; 
  • Menor custo do mercado; 
  • Não requer configurações adicionais.

Contras da hospedagem compartilhada:

  • Não oferece acesso ao administrador; 
  • Clientes ruins podem afetar o seu site; 
  • Recursos, como IP, processador e memória são compartilhados entre os clientes. 

Caso tenha alguma dúvida de como realizar hospedagem compartilhada, ou qualquer outro tipo de hospedagem, entre em contato com a gente!

Comente a matéria abaixo

Compartilhe esta notícia