Blog

Marketing digital: definindo as Personas de seu negócio

Como definir Personas para as suas estratégias de marketing digital.

Print

 Qualquer pessoa que estuda e/ou trabalha com marketing já ouviu falar em definição de Personas em uma empresa. Conceito que começou a se forma desde os anos 60, quando pesquisadores buscavam descobrir os atributos associados às marcas, entendendo como a psicologia poderia ajudar no entendimento deste processo de projeção. O que acabou por ser adotado pelo marketing. Porém, hoje em dia muitas pessoas acabam tendo ideias de personas totalmente diferentes do que este conceito realmente é.

marketing-digital-definindo-as-personas-de-seu-negocio-2

Definição de Personas:

 De uma forma bastante simples, personas é uma forma de extrapolar conceitualmente os resultados de pesquisas demográficas a respeito dos consumidores de uma marca. São trabalhados dados demográficos desses consumidores a partir de análises de usuários na web e também em pesquisas de marketing. Este conceito está associado aos dados concretos sobre determinados consumidores ou potenciais consumidores do ramo de uma empresa.

Persona significa uma personagem que tem atributos do consumidor ideal de uma organização, o que representará as características psicológicas e físicas deste consumidor alvo. São dados coletados a partir de pesquisas qualitativas e quantitativas. Outro termo que é bastante utilizado é o target de uma empresa.

Utilização de Personas no marketing de conteúdo:

O conceito de persona teve seu destaque a partir da utilização no marketing de conteúdo, o que começou a ser mais evidente, agora sendo usado na maioria dos planejamentos estratégicos de marketing. Ficando cada vez mais evidente a importância de se conhecer a fundo o consumidor, compreendendo todos os seus atributos e interesses.

 As Personas no mercado B2C:

Para empresas que trabalham com consumidores finais, é importante conhecer os hábitos e atributos dos consumidores, indo além da relação direta com os produtos que ela oferece. Para isso, alguns tópicos são essenciais para dividir as informações na definição das personas:

1 – Histórico pessoal: neste tópico serão respondidas perguntas sobre as características primárias do consumidor, como: idade, sexo, nome, onde nasceu, profissão, etc.

 2 – Histórico profissional: aqui a empresa deverá compreender o perfil profissional de seus consumidores, além de responder questões como: qual emprego dos sonhos? Qual foi o último emprego? Como chegou ao atual cargo?

3 – Situação atual: neste tópico serão abordadas questões mais gerais a respeito da situação atual do consumidor, o que também incluirá hábitos de consumo, sendo assim, responda questões como: ele tem muitos ou poucos amigos? Como é sua vida social? Ele gosta de viajar? É solteiro, namorando ou divorciado?

4 – Educação: elementos importantes sobre a escolaridade do consumidor: ele fez faculdade? Fez o ensino médio? Ele gosta de estudar?

5 – Finanças: neste tópico serão analisados a relação do consumidor com o dinheiro que ele ganha e seu comportamento em relação a consumo: ele está endividado? Ele é consumista? É consumerista? Quais os fatores determinantes para a decisão de compra?

6 – Motivações e sentimentos: serão definidos traços psicológicos e comportamentais do consumidor: é introvertido ou extrovertido? É muito afetado por julgamentos externos? Gosta de correr riscos ou é mais cauteloso? É otimista ou pessimista?

As Personas no mercado B2B:

Na definição das personas no B2B será bem diferente do B2C pelo fato de não construir uma persona a partir de hábitos e interesses privados e pessoais, o que não influencia nas decisões profissionais e também não interfere na sua intenção de compra. No B2B as perguntas seguirão por outro caminho. Buscando compreender a sua relação com o trabalho e de que forma eles lidam com o produto de uma empresa e com a mudança que esta aquisição pode trazer à empresa. Segue os exemplos abaixa:

  1. Qual é o objetivo atual da empresa e o que seria importante para alcançá-lo?
  2. O que está impedindo ou acelerando este processo?
  3. Qual a percepção do comprador a respeito da mudança que esta aquisição pode trazer a seu trabalho?
  4. Para quem eles se dirigem quando precisam de informação ou assessoria profissional?
  5. O que poderia fazer esta aquisição se tornar desnecessária?

Qualquer empresa que crie personas de marca terá em mãos uma ótima forma de construir relacionamento com os consumidores de forma mais próxima, utilizando a mesma linguagem e comportamento comuns ao público do seu produto.

No entanto, é possível criar brand personas que não direcionam esta voz para uma personagem em específico, mas criam uma personalidade para a marca poder interagir nestes ambientes propícios ao relacionamento com o consumidor.

 

Comente a matéria abaixo

Compartilhe esta notícia